Mensagens

A mostrar mensagens de novembro, 2007

Beijar é cultura.....

Imagem
A globalização é um fenómeno que, cada vez mais, se nota nas pessoas e na forma como encaram a cultura de cada país. Este fenómeno faz com que percamos cada vez mais identidade cultural e a prova disso é o novo acordo ortografico que vêm a caminho. Para terem noção da gravidade da situação, vou citar-vos alguns exemplos: - eliminam-se as consoantes mudas (exemplo: acção passa a escrever-se ação) - o acento circunflexo desaparece em certas formas verbais (exemplo lêem passa a ser leem) - as letras "k", "w" e "y" passam oficialmente a fazer parte do alfabeto da lingua portuguesa. - mudam as regras relativamente ao uso do hifen, que é eliminado nalguns casos (contra-regra passa a contraregra). Entendo, tal como alguns editores portugueses, que isto "é um favor que a diplomacia portuguesa está a fazer à brasileira e é triste que a lingua sirva de moeda de troca". Bj utópico Dri Nota utópica: Obrigada Daniel por me guardar a reportagem do Publi

Uma história de encantar...

Imagem
Uma História de Encantar é um clássico conto de fadas com evidentes alusões a algumas das mais conhecidas histórias da Disney, aqui cruzadas com a moderna comédia romântica através de hilariantes aventuras passadas em Nova Iorque.Uma princesa "do passado", Giselle, é expulsa da sua terra mágica por uma rainha diabólica e transportada para os dias de hoje, em Nova Iorque. Passado o primeiro impacte e depois de conhecer um advogado bonitão e encantador, rapidamente a princesa começa a mudar de opinião sobre a vida e o amor. Pode uma história romântica, que acontece só nos livros, sobreviver ao mundo real? Cresci com o Mundo do Disney: a Bela e o Monstro, o livro da Selva,a pequena Sereia, o Rei Leão, entre outros. Mas há muito tempo que um trailler de desenhos animados não me emocionava, mesmo sabendo que é tudo magia(não há advogados assim bonitões...:P) Talvez seja por ser uma história romantica que só acontece nos livros e é dificil acontecer no Mundo Real. Hoje em dia são

Crimes, sangue, gelo...

Imagem
Todos os dias, as noticias que nos entram pela "caixinha mágica" colocam-nos à mesa crimes hediondos: pais que matam filhos, genros que assassinam e comem os sogros, tios que violam sobrinhos..... Sem dúvida que a criminalidade está a aumentar, essencialmente no Norte do país, mas, a meu ver, pela má politica ecónomica do governo que gera estas consequencias. Enfim, o mundo da criminalidade anda no auge neste país e a pergunta que coloco é será que somos nós que nascemos com um estigma assassino ou as circunstancias da vida nos levam a loucura? Algo eu acredito que todos estes criminosos precisam de alguem que tenha a frieza suficiente para os defender e de lhes fornecer a melhor defesa possivel. Somos todos seres humanos e temos todos o direito, plasmado na constituição, de termos uma defesa. E o facto de defendermos um criminoso dessa estirpe não nos transforma em assassinos, nem em insensiveis, nem em frios mas sim sermos capazes de nos abstrairmos dos nossos sentimentos

Saudade....

Imagem
É bom viver no mundo da utopia! É bom sentir saudade dos momentos que nos magoaram ou que nos fizeram sorrir. É bom sentir que há gente que fica na nossa história e outros nem o nome lembramos ouvir. Porém, há gente que nos marca a alma pela forma como nos desilude com as atitudes que tomam ou não.Por momentos, apetecia-me ter o poder do partido comunista e expulsa-los do mundo que me rodeia. Mas a vida não se resume à militancia de um partido mas sim a militancia que de uma filosofia de vida que deveriamos manter todos os dias. Não sou do PCP mas não posso deixar de condenar a forma como este procedeu com a sua militante. É por isso que não partilho da ideologia comunista pois não concordo com metodos de coacção moral e violencia que têm com fim supremo o fim da luta de uma mulher, uma militante, uma deputada e de um ser humano. Se os comunistas tratam assim os seus nem quero imaginar aquilo que eles podem fazer aos inimigos um dia que estejam no governo. Não tenho o poder de expuls

Um metro de tecido, se faz favor

Imagem
Tive pena de não vos ter encontrado, ontem, na conferência sobre o Orçamento de Estado. Talvez tivesse sido útil a todos os que se intitulam de politicos(por vezes até só de bancada) perceber afinal em que consiste um orçamento. Durante a conferência lembrei-me bastante das minhas aulas de Finanças Públicas mas algo que ficou a latejar no meu pensamento foi a questão do tecido. A esta hora estao a questionar-se mas o que tem a ver o tecido com o orçamento? Não estive na conferencia errada, quando me refiro ao tecido penso no tecido empresarial, social e economico que constituem a sociedade onde vivemos. De acordo com o orador, o tecido empresarial, social e económico têm aumentado cada vez mais na zona de Lisboa. Logo aumenta a assimetria do interior para o litoral e faz com que cada vez mais seja dificil povoar o interior do pais.Concordo perfeitamente com a opinião dele mas no caminho para casa reflectia como solucionar isto: regionalização? poder local? poder central? Sou a favo

O vírus

Imagem
Este fim de semana o virus da constipação atacou-me. Deixou-me com tosse, nariz entupido, dores de cabeça mas não me impediu de ter ido até a Regua ver uma exposição sobre o Mundo do Douro. O Douro, património da humidade, e os rebuçados da Regua revigoraram-me pois a paisagem é sempre surpreendente em pleno Outono. Mas hoje trago-vos uma sugestão: à conversa com Jorge Neto(Presidente da Comissão Parlamentar de Economia e Finanças e Director do Jornal – Povo Livre) subordinada ao tema "O Orçamento de Estado – uma visão política" a realizar-se na segunda-feira, dia 26 de Novembro pelas 21:30 na Quinta Boeira em Mafamude sita na Rua do Conselheiro Veloso da Cruz (em frente ao antigo Tribunal de Gaia e contíguo às Galerias Diogo Macedo). Eu irei e espero ver-vos lá. Beijo utópico, Dri

Sabe que dia é hoje?

Imagem
Hoje é dia 25 de Novembro e a maior parte dos portugueses não sabe o que aconteceu no dia 25 de Novembro de 1975. Para mim é o verdadeiro dia que lançou a liberdade a este país. O mais interessante é que nem os meios de comunicação social fazem alusão a este dia. Para os menos atentos fica aqui a historia do 25 de novembro de 1975: Golpe militar que pôs fim à influência da esquerda militar radical no período revolucionário iniciado em Portugal com o 25 de Abril de 74. Esta acção militar constituiu uma resposta à resolução do Conselho da Revolução de desmantelar a base aérea de Tancos e de substituir alguns comandantes militares. Os partidários do designado "Poder Popular" ocupam então várias bases militares, bem como meios de comunicação social. Este contra-golpe foi levado a cabo pelos militares da ala moderada, na qual se enquadrava Vasco Lourenço, Jaime Neves e Ramalho Eanes. Consequentemente, o almirante Pinheiro de Azevedo permaneceu no poder enquanto primeiro-ministr

Utopia da semana

Imagem
"Quando o sangue cheira a politica até as moscas largam a asa" José Cardoso Pires - Balad a da Praia dos cães

Almofadas e Noite!

Imagem
Descobri, há uns tempos, um bar que se situa entre Porto e Matosinhos que apelidei de “Mundo das Almofadas”. Sempre que vou lá tomar um café sinto-me numa autêntica sessão de psicanálise. Porém, nunca sei se sou eu que faço psicanálise aos outros ou os outros que me fazem a mim. O certo é que os temas que surgem são sempre os mais inusitados e as pessoas com quem partilho o café também. Ontem foi uma noite dessas: eu e a Senator Padme em pleno Mundo das Almofadas. Fartamo-nos de passear entre várias galáxias incluindo Porto e Lisboa através de notícias e novidades de amigos em comum. Concluímos que os mouros ainda têm de alcançar muitas etapas para conseguir viajar a nossa velocidade e com o nosso humor ácido e temível. Mas a tónica da conversa centrou-se em tradições e aprendi algo sobre tradições vimanerenses que gostava de partilhar convosco. Segundo o que aprendi, na próxima semana, festeja-se em Guimarães as festas em honra de São Nicolau. Estas festas são constituídas por dive

Santa Claus is coming to town....

Imagem
Estamos no fim do mês de Novembro e como tal a caminho do Natal. Mesmo que não olhemos para o calendário todos os dias, é facil de advinhar que o Natal está a chegar pois basta olhar para as montras das lojas ou prestar atenção ao número excessivo de publicidade a brinquedos nos intervalos televisivos. Eu ainda não escrevi a minha carta ao pai natal mas comecei a delinear as prendas que vou oferecer aos amigos e familiares. Contudo houve algo que me preocupou pois hoje li nas noticias que a maioria dos brinquedos testados pela Deco representam risco para as crianças independentemente de serem comprados em hipermecados, lojas chinesas ou lojas da especialidade( http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/MTrDPz5kWIgRqUSjZ6l2Rg.html ). O que denota uma falha grave por parte da fiscalização pois os pais já nem nas lojas da especialidade podem confiar para comprar os brinquedos dos filhos. Hoje em dia, os brinquedos são alvo de uma evolução constante logo a sua perigosidade aumenta e muitas veze

O Dilúvio

Imagem
Eu não gosto de chuva. Hoje acordei e pensei que estava no filme da Arca de Nóe. Desde que pus o pé na rua até que cheguei a Ordem dos Advogados, andei por um autêntico oceano. Contudo os "barcos" deste oceano era um número astronómico de carros que insistia em navegar devagar devagrinho para não se afundar. Mesmo assim não precisei de uma boia de salvação para chegar a aula de Deontologia. Talvez precisasse da boia na aula porque me senti literalmente a afundar pela sonolência com o tom monocórdico do professor e com as explicações de onde surgiu a palavra advogado. Enquanto navegava pela Boavista, ouvia as noticias e apercebi-me que Portugal inteiro navega pois de acordo com agencia financeira as Dividas a banca vão aumentar mas os salários não.... Em suma, já diz o Jorge Palma :"Ai Portugal, Portugal de que é que estas a espera tens um pé numa galera e outro no fundo do mar..." Um bj utópico Dri Nota utópica: amanha jorge palma no coliseu do porto e nenhuma

Sensibilidade Masculina.....

Não quero parecer feminista Não quero defender as mulheres Defendo a igualdade entre os sexos Mas a sensibilidade masculina é uma utopia! Dri

Desafio

Imagem
Hoje um amigo fez-me um desafio e eu não resisto a partilha-lo convosco e a faze-lo também a todos os que lerem este post. 1.Pegue no livro mais próximo, com mais de 161 páginas (aleatoriamente, não tente escolher o livro); 2. Abra o livro na página 161; 3. Na referida página procurar a 5.ª frase completa; 4. Transcreva na íntegra para o seu blogue a frase encontrada; 5. Aumentar, de forma exponencial, a improdutividade, fazendo passar o desafio a mais 5 bloggers à escolha. O livro que eu tinha ao lado do portatil é Foi Assim da Zita Seabra e a frase é: " Porém, mobilizar tudo e todos os sectores para radicalizar a luta não deixou de ser uma tarefa complexa, porque, se por um lado o regime não dava sinais de desejar grandes aberturas, por outro o PCPtinha uma força hegemónica na oposiçãp ao regime." Para além de desafiar todos os que lêem o post, desafio em especial os seguintes bloguers: Marta Rocha - http://asteroidea-estreladomar.blogspot.com/

A dura utopia

Imagem
A dura utopia A maior dura utopia é tentar sermos nós próprios em todas as situações, ou seja, mantermos os nossos valores, os nossos ideais, não ter medo de enfrentar a realidade e de ter opiniões contrárias. As vezes, a sociedade não entende isso e de alguma forma tenta eliminar nos da vida de alguem. E por muito que pareça estranho, este tipo de atitudes vêm daqueles que nos parecem mais esclarecidos e com uma mentalidade mais aberta. Porém, o que me impressiona mais é facilidade com os seres humanos mudam só porque começam a namorar, so porque tem um novo emprego ou entao porque tem novos amigos. O normal é evoluirmos, ao longo da vida, mas mudar não significa perder valores nem personalidade. Esta mudança é visivel, todos os dias, nos amigos que nos rodeiam mas na sociedade também e basta pensarmos nas promessas dos politicos que depois de estes estarem no poder mudam os valores e as ideias. Lembremo-nos das scuts, dos impostos, dos postos de trabalho.... Enfim , se é o propri

Bruxelas, Amesterdão......

Imagem
HÁ UM ANO ATRÁS..... SAUDADES DE AMESTERDÃO VERDADEIRA UTOPIA: UM DIA VIVER LÁ...

Um estado de espirito....

Imagem
Why are there so many songs about rainbows. And what's on the other side? Rainbows are visions, but only illusions, And rainbows have nothing to hide. So we've been told and some choose to believe it I know they're wrong, wait and see. Someday we'll find it, the rainbow connection,the lovers, the dreamers and me. Um beijo cheio de utopia Dri

Um azar do caraças.....

Imagem
Sabado à noite uma ida ao cinema com uma utópica....Terror? não Romance? Não Comédia? Sim Aconselho a todos que se quiserem divertir a ir ao cinema ver o filme um "Azar do Caraças". A história é banal e talvez a vejamos, muitas vezes, como história nos mass media mas o importante aqui é o sentido de humor e o olhar para a sociedade com ironia e sarcasmo. Como eu costumo dizer algumas vezes: a vida é uma tombola e o dia de amanha como tal uma surpresa. Aqui a surpresa aparece sob o nome de filho e demora 9 meses a aparecer mas nem sempre as surpresas são assim tão demoradas. Para mim e outras utópicas, a surpresa amanha é o inicio das aulas na ordem e espero que seja uma surpresa agradavel e indolor. Entretanto enquanto não há nada para estudar, o cinema será uma opção ou as famosas noites de karaoke. Mas para quem quiser saber mais sobre este filme deixo-vos aqui o link: http://www.knockedupmovie.com/ Um Beijo utópico Dri

Um mundo, um sonho

Hoje fui surpreendida por um e-mail de uma amiga que decidiu criar um blog....Ganhei coragem e criei o meu próprio blog. Espero conseguir actualiza-lo todos os dias e trazer-vos temas diversos seja da minha vida profissional, seja um mero desabafo do que me vai na alma. Conto convosco para ajudar este blog a crescer e para me ajudarem a alimentar este mundo. Um bj utópico Dri