Mensagens

A mostrar mensagens de fevereiro, 2010

Utopia da semana

" O amor tem dentro dele o seu veneno, o seu contrario. E as palavras também tem dentro de lá o seu contrário, o seu antidoto" bj utopico Dri

Reflexão sobre psicolaranja...

Um reflexão... Em 2006 aceitei fazer parte deste Blog. Quando aceitei fazer parte deste espaço, entendi-o sempre como uma forma de estar que reflectia a amplitude de ideias dos seus membros, mas sempre respeitando a dignidade das pessoas e instituições a que se reportem os seus textos, sem prejuízo da liberdade de expressão e do estilo contundente, vigoroso, humorístico ou apaixonado de que possam ser revestidos. Este espírito, para mim, deverá ser sempre o espírito de quem escreve num blogue com esta índole política, nacional e actual e que pretende louvar o lado paranóico da política. Desde o nome Laranja Afiada até ao nome Psicolaranja, um conjunto de pessoas com diferentes proveniências geográficas conseguiram unir esforços e criar o seu espaço no mundo da blogosfera. Se a memória não me atraiçoa, enquanto membro do Psicolaranja, vivi momentos felizes, tristes, de critica, de opinião e alguns de amizade. Todavia hoje, quatros anos passados, é com orgulho que fiz parte deste pro

Aconselho a visita....

http://quartalaranja.blogspot.com/ Visitem, comentem e deem a vossa opiniao. bj utopico Dri

FCPorto e a PJ

"Em causa está um processo belga, envolvendo um cidadão domiciliado fiscalmente naquele país e o FC Porto nada tem a ver com o caso", disse à Lusa uma fonte oficial da PJ, sem esclarecer se trata empresário italo-belga Luciano D'Onofrio. As autoridades portuguesas limitaram-se, segundo a fonte, a procurar a documentação pedida em carta rogatória das suas congéneres belgas. Também contactado pela Lusa, Gil Moreira dos Santos, o advogado do presidente do FC Porto, confirmou que o alvo da investigação belga que conduziu a estas buscas foi Luciano D'Onofrio, que trabalhou com os "dragões" na década de 90. Gil Moreira dos Santos disse que "bastaria que pedissem os documentos", em vez de os procurarem, e descreveu as buscas como "um fait-divers" depois do 5-1 ao Braga e em vésperas de um jogo importante com o Sporting. Buscas similares às realizas hoje nos escritórios da SAD do FC Porto já tinha ocorrido em Junho de 2009 na sede

Campanhas de solidariedade

São já várias as campanhas de solidariedade em curso para ajudar as vítimas do temporal que assolou a Madeira no último sábado e ajudar a reconstruir a ilha destruída por cheias e enxurradas.O Banif abriu uma conta bancária para apoiar as vítimas do mau tempo na Madeira. Com o NIB 00380040 50070070 771 11, a conta chama-se "Conta Banif Solidariedade Com as Vítimas da Madeira" e o banco contribui, para já, com 50 mil euros.Também o BBVA Portugal apela à contribuição para a conta bancária 0019 0001 00200181 689 15.O BES junta-se a estes dois bancos com a criação de uma conta para receber donativos e contribuindo com meio milhão de euros, ao mesmo tempo que criou uma linha de crédito de 1,5 milhões a 'spread' zero.A Cáritas abriu uma conta no Montepio Geral, cujo NIB é 003600009910587824394. A Portugal Telecom (PT) e a TMN juntaram-se à Cáritas Diocesana do Funchal, criando duas linhas de apoio, cujos donativos reverterão a favor do projecto da associação para a reconstr

Utopia da semana

"Os que crêem que o dinheiro tudo consegue são propensos a fazer tudo por ele." Voltaire bj utopico Dri

Candidatos a Belem...

Imagem
Foi com grande surpresa que li nas noticias que o presidente da AMI iria apresentar a sua candidatura a presidencia da republica. Fernando Nobre foi apoiante da candidatura de Mário Soares em 2006 e mandatário nacional do Bloco de Esquerda nas últimas eleições europeias. Nas últimas autárquicas fez parte da comissão de Honra de duas candidaturas fortes do PS e PSD: António Costa, Lisboa, e António Capucho, Cascais. É licenciad o em Medicina e é também o criador e presidente da AMI, organização humanitária funda da em 1984. Nobre começou por fazer parte da organização francesa Médicos sem Fronteiras e foi desafiado pelo então Ministro da Saúde, Maldonado Gonelha, a criar uma organização semelhante em Portugal. Sera uma solução face aos politicos que temos? Sera que a intervenção civil deve ser uma tónica em todos os cargos de governação? ou mesmo nos partidos sera que o militante de base deve mostrar que tambem é capaz? A minha resposta é sim e a vossa? bj utopico Dri

Utopia da semana

Imagem
" Mas haverá amor, digno desse nome, que não seja de perdição" - Luis Francisco Rebelo bj utopico Dri

Carnaval

Imagem
Mesmo não sendo grande fã do Carnaval, o Mundo Utopico Da dri deseja a todos um bom carnaval.. bj utopico Dri nota: sou sincera que se me tivesse fantasiado seria uma pirata ou quem sabe uma india

Acontecimentos do dia...

Imagem
No dia 15 de Fevereiro de 1984, no Hospital Santa Maria no Porto, nascia uma menina. Uma linda menina de olhos castalhos e cabelo aos caracois, a quem foi dado o nome de Adriana. No mesmo dia do ano de 1988, no mesmo hospital, mas com diferença de um quarto de hora, nascia um menino. Um lindo menino mas teimoso, a quem foi dado o nome de Diogo. Os meninos são irmãos. Um faz hoje 26 e o outro 22 anos. O Mundo Utopico da Dri deixa aqui os seus parabens e que tenham um dia feliz. bj utopico Dri

Soneto do amor total

Imagem
Soneto do Amor Total Amo-te tanto meu amor... não cante O humano coração com mais verdade... Amo-te como amigo e como amante Numa sempre diversa realidade. Amo-te enfim, de um calmo amor prestante E te amo além, presente na saudade. Amo-te, enfim, com grande liberdade Dentro da eternidade e a cada instante. Amo-te como um bicho, simplesmente De um amor sem mistério e sem virtude Com um desejo maciço e permanente. E de te amar assim, muito e amiúde É que um dia em teu corpo de repente Hei de morrer de amar mais do que pude. Vinícius de Moraes

Artigo noticias do douro: cartas de amor....

Cada vez mais, vivemos na era da tecnologia. Hoje em dia esquecemos o prazer de escrever e substituímos o papel de carta pelas sms, pelos e-mails ou mesmo pelos cartões electrónicos. Esquecemos o prazer de abrir um envelope repleto de sentimentos, de palavras com uma sonoridade especial e mesmo convites para partilhar uma vida a dois. Esta minha reflexão deriva de uma viagem até casa. Naquele dia optei por ir para casa pela marginal do Porto. O caminho é mais longo, mas a paisagem imbui o meu espírito de paz e de romantismo. Contudo convém acrescentar que este romantismo foi adicionado pelas palavras do locutor da rádio que recordava com carinho o Dia dos Namorados e o celebre poema de Álvaro Campos, heterónimo de Fernando Pessoa, onde este escreveu que, e passo a citar: “Todas as cartas de amor são Ridículas. Não seriam cartas de amor se não fossem Ridículas.”A verdade é que ao ouvir o locutor a declamar o referido poema, comecei a pensar nas cartas de amor que, durante a minha a

Voltamos a pré-história....

Cinquenta e sete por cento dos adolescentes e jovens do distrito do Porto entre os 15 e 19 anos dizem ter sido vítimas de comportamentos abusivos nas suas relações de namoro, revelou a investigadora Madalena Oliveira. A docente da Universidade Fernando Pessoa disse à agência Lusa que os resultados preliminares do seu estudo indicam também que "45% dos jovens admitem terem sido violentos nas suas relações amorosas". "Falamos de violência física, psicológica e sexual. Os comportamentos mais usados pelos jovens são o insulto (16%), difamações (11%), impedir contacto com outras pessoas (16%), bofetadas (17%), puxões de cabelo (6%), empurrões violentos (8%) e esganadura (4%)", afirmou. Madalena Oliveira realçou que "estes atos causam muitas vezes ferimentos e alguns necessitam de assistência médica".Treze por cento dos comportamentos físicos abusivos resultaram em ferimentos, um terço dos quais com necessidade de assistência médica. "As mulh

Os sinonimos...

Mudar - Conjugar (latim muto, -are ) , v. tr., intr. e pron. 1. Fazer ou sofrer alteração. = alterar, modificar, transformar ≠ conservar, manter 2. Variar de habitação ou residência. v. tr. e intr. 3. Tirar de um lugar ou posição para outro. = deslocar, mover, transferir 4. Substituir, trocar. 5. Dispor ou apresentar-se de outra forma. = modificar, renovar 6. Dar outra orientação, direcção ! direção ou sentido. = redefinir, redireccionar ! redirecionar 7. Estar na muda (da pena, da pele etc.). v. intr. 8. Cambiar, variar Romper - - Conjugar 1. Despedaçar; quebrar com violência. 2. Dilacerar, separar em pedaços. 3. Esquartejar. 4. Rasgar. 5. Entrar violentamente por, abrir caminho através de. 6. Abrir, sulcar, fender. 7. Interr

dia 4 de março: o pais nao trabalha....

Imagem
A Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública anunciou hoje uma greve nacional para 4 de março em resposta ao congelamento salarial no sector. So espero nao ter nenhuma diligencia nesse dia... bj utopico Dri nota: o cartoon e forte mas foi uma tentação...

Utopia da semana

Imagem
ninguem pode sonhar por ti (numa parede em Sintra) bj utopico Dri

Hoje faz dois anos......

Hoje dois anos em comum...dois anos em desejo...dois anos em paixao...dois anos de tudo.... Como canta a Palma: dava tudo por um beijo teu.... Ouçam e festejam o amor! (eu tambem o vou fazer e espero sempre contigo) bj utopico Dri

Ser cidadão

Imagem
Um ministro francês emitiu um decreto que negava o pedido de cidadania de homem sob a alegação de que este obrigava a mulher a usar o véu islâmico que cobre o corpo todo deixando à mostra apenas os olhos. Primeiro não concordo que a cidadania de uma pessoa se paute por estes metodos. Segundo não concordo que julguemos a religião dos povos Terceiro sou a favor da liberdade religiosa... Bj utopico Dri

o artigo não publicado.....

O Fim da Linha Mário Crespo Terça-feira dia 26 de Janeiro. Dia de Orçamento. O Primeiro-ministro José Sócrates, o Ministro de Estado Pedro Silva Pereira, o Ministro de Assuntos Parlamentares, Jorge Lacão e um executivo de televisão encontraram-se à hora do almoço no restaurante de um hotel em Lisboa. Fui o epicentro da parte mais colérica de uma conversa claramente ouvida nas mesas em redor. Sem fazerem recato, fui publicamente referenciado como sendo mentalmente débil (“um louco”) a necessitar de (“ir para o manicómio”). Fui descrito como “um profissional impreparado”. Que injustiça. Eu, que dei aulas na Independente. A defunta alma mater de tanto saber em Portugal. Definiram-me como “um problema” que teria que ter “solução”. Houve, no restaurante, quem ficasse incomodado com a conversa e me tivesse feito chegar um registo. É fidedigno. Confirmei-o. Uma das minhas fontes para o aval da legitimidade do episódio comentou (por escrito): “(…) o PM tem qualidades e defeitos, entre os quais