sexta-feira, 16 de junho de 2017

No teu poema

Uma semana agitada com viagens, com emoções, com trabalho.... e eis que chega o fim de semana. Desejo um ótimo fim de semana com os desejos de esperança para os próximos dias,  ao som da musica no teu poema:


No teu poema
Existe a esperança acesa atrás do muro
Existe tudo o mais que ainda escapa
E um verso em branco à espera de futuro.

bj utópico
Dri

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Mulher Maravilha e os direitos humanos

Por estes dias fui ao cinema ver a Mulher Maravilha. Sem dúvida, um excelente filme que transporta para o cinema o imaginário dos leitores de banda desenhada. Mas, a verdade é que os valores e os princípios que transbordam no filme ultrapassam a mera leitura de livros aos quadradinhos. São valores e princípios que o mundo negligenciou, que a sociedade esqueceu conscientemente e que todos nós sobrevalorizamos.

Os direitos humanos, que subjazem neste filme, deviam ser uma prioridade no nosso dia a dia, mas a sociedade anda mais preocupada onde localizar a Agencia do Medicamento. Como escreveu um dia um bispo católico Hélder Pessoa Camara: "Quando alimentei os pobres chamaram-me santo, mas quando perguntei por que há gente pobre chamaram-me comunista"

Bj utópico
Dri



domingo, 4 de junho de 2017

Hoje é o primeiro dia do resto da tua vida......

Há momentos em que a fragilidade da vida nos rodeia. Este fim de semana teve um desses momentos. São momentos que, por um lado nos fazem reflectir na velocidade em que vivemos mas por outro lado nos remete para memórias, frases ou momentos.

A fragilidade, este fim de semana, associou-se à perda. Alguém dizia que:Cada um que passa em nossa vida, passa sozinho, mas não vai só nem nos deixa sós.  Mas a verdade, é que nestes momentos, o silencio se instala nas nossas almas e os porquês e as dúvidas sobre o fim daquele actor que participava nas nossas vidas se instala em nós.
Os dias prosseguirão, os porquês encontrarão resposta mas acima de tudo fica o espirito de quem connosco riu, partilhou, dançou, ensinou e cada vez mais nos leva a  viver como canta Sérgio Godinho: Hoje é o primeiro dia do resto da tua vida....


Bj utópico
Dri

quinta-feira, 1 de junho de 2017

O dia da criança.

Meu pequenino, hoje o dia é teu,mas também de deixar de fluir o lado da criança que existe dentro de mim....

Hoje decides tu as brincadeiras: corridas, legos, historias ou simplesmente um colo de mãe enquanto vemos o filme do Dumbo ou o filme do Mickey pela quinquagésima vez...... Na realidade desejo que nunca percas a curiosidade e a vontade de sonhar tão característica de ti, meu pequenino!


Bj utópico
Dri

terça-feira, 30 de maio de 2017

somewhere over the rainbow

Este fim de semana foi repleto de emoções, mas penso que a chuva foi uma presença assídua do mesmo. Ao transportar as fotos da máquina para o computador, vi esta foto e lembrei-me da música : somewhere over the rainbow.

Uma imensidão de oceano nos olhos de uma criança de dois anos que sonha com tubarões, raias, peixes, golfinhos........ Razão tinha o Fernando Pessoa (amigo que com ele também partilhou um café este fim de semana): Mais vale ser criança do que querer compreender o mundo....

Bj utópico
Dri

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Parábola do Filho Pródigo nos dias de hoje

Após o meu almoço e enquanto me deliciava a tomar o meu café, ouvi a música Perdóname do Palblo Alboran. Há muito tempo que esta melodia não ecoava nos meus ouvidos, mas a mesma fez-me recuar ao evangelho. Ou seja lembrou-me a famosa Parabola do Filho Prodigo que conta a história de um homem que tinha dois filhos. O filho mais novo resolve pedir ao pai a parte da herança e vai para uma terra distante viver sua vida como achava que deveria viver. Nessa terra distante ele gasta todo o seu dinheiro com seus prazeres, até que todo o seu dinheiro acaba e ele vira quase um mendigo. Ele então, lembra-se da casa do pai e resolve voltar arrependido. É recebido com muita festa pelo pai e rejeitado pelo seu irmão mais velho.

Não resisti e transportei esta parábola para a realidade da nossa sociedade, e para meu espanto encontrei nos cidadãos que nos rodeiam as características do filho mais novo. Senão vejamos, o filho mais novo caracteriza-se:
a) por quer ser o dono de sua vida, dono de seu destino
b)pela tentativa de se afastar ao máximo, para um lugar onde os ecos da voz do pai não pudessem constranger o seu modo de viver dissoluto.

A verdade é que do ponto de vista familiar ou mesmo do ponto de vista profissional, em 33 anos já me cruzei com filhos pródigos. Todos tiveram o seu momento de salvação e redenção, mas por vezes questiono-me quais os motivos que contribuem para a sua aceitação novamente? Talvez não consiga entender pois não sou filha pródiga.... mas ainda bem.

Bj utópico
Dri

terça-feira, 23 de maio de 2017

Preço da Liberdade.....

Será que há um preço para a liberdade?

Hoje a noite de trabalho foi em prol da não expulsão de uma criança do nosso país, em conjunto com a minha companheira e amiga de noitadas laborais. No entanto, terminamos a noite a questionar o preço da liberdade seja nas relações paternofiliais, nas relações laborais ou mesmo nas relações de amizade.
O Jorge Palma numa das suas música canta: "que a liberdade é uma maluca que sabe quanto vale um beijo " Não sei se o valor da liberdade é um beijo, uma traição, um gesto, o silêncio ou mesmo uma palavra, mas a verdade é que não conseguimos descobrir a fórmula para calcular esse preço...

O preço da liberdade tem imensos vectores, e depois temos as adições, as multiplicações, as divisões, as equações..... Em suma, após diversas tentativas, talvez seja melhor aproveitarmos a liberdade e acima de tudo sonharmos com uma liberdade que não nos limita na nossa capacidade de escrever, pensar, agir, saltar e matar a nossa essência.

Não sabemos se aquele menor vai pagar o preço da sua liberdade em Portugal ou no Brasil, mas sabemos que a nossa amizade permitiu-nos escrever uma peça a quatro mãos ao som de músicas de outrora. O preço da nossa liberdade: hoje foi a amizade. Assim fica um clássico das nossas noites:



Bj utópico
Dri